Como a tecnologia MDM pode auxiliar companhias em missões críticas durante a crise?

Softwares e apps podem facilitar operações de abastecimento e funcionar como back office estratégico

O Coronavírus já traz um impacto imenso à economia mundial. Comerciantes estão com as portas fechadas, empresas param de faturar, trabalhadores estão inseguros. Ainda assim, a recomendação da OMS – Organização Mundial da Saúde é de que quem pode, deve permanecer em casa, para diminuir a propagação do vírus. Apesar de haver diversas soluções tecnológicas que habilitam o trabalho remoto, algumas companhias ainda estão na linha de frente e precisam manter operações logísticas para garantirem a cadeia de suprimentos em supermercados, farmácias, etc.

Além disso, à medida que as pessoas aderem à quarentena, há uma demanda por delivery que aumenta, uma vez que as aglomerações e filas devem ser evitadas. Prova disso é que a Amazon anunciou a contratação de centenas de pessoas para auxiliar nas entregas. O mesmo ocorreu com o Walmart, entre outras empresas.

Felizmente, para estas empresas que possuem esta missão crítica, também existe um apoio tecnológico. Através de soluções MDM (Gerenciamento de dispositivos móveis) as companhias podem operacionalizar um back office de qualidade para os operadores que são encarregados das entregas, por exemplo, e otimizar os serviços para que sejam feitos de maneira ágil e segura, pois é fundamental manter uma força de trabalho saudável nesta ponta para que o abastecimento das prateleiras não seja afetado.

“A tecnologia permite que a companhia realize uma série de funções práticas e de forma totalmente remota nos dispositivos móveis de seus colaboradores, garantindo dessa forma produtividade aliada às melhores práticas a todos os funcionários nesse momento de crise”, afirma Vinícius Boemeke, diretor e fundador da Pulsus, startup nacional especializada em soluções MDM.

Entre os benefícios das soluções de gerenciamento de dispositivos móveis, podemos destacar:
• Rastreamento de dispositivos por geolocalização – Monitorar quais foram as entregas já feitas pelo time da rua e gerenciar melhor a logística da companhia;
• Modo motorista – Enquanto o veículo estiver em movimento, o dispositivo evita distrações, garantindo maior foco e segurança aos colaboradores;
• Distribuição de arquivos – O gestor pode encaminhar as entregas, planejamento da semana, etc, diretamente para o dispositivo dos colaboradores, evitando desta forma que os mesmos tenham que ir à sede da companhia para receber qualquer tipo de instruções e otimizar a logística de maneira que o entregador vá somente nos lugares que precisa;
• Bloqueio remoto do dispositivo – Em caso de perda ou extravio do dispositivo, os dados da companhia e de seus colaboradores estão seguros;