NLT e UFPB implantam programa para desenvolvimento de soluções em IoT

Realizadas no Centro de Informática, as pesquisas contam com a participação de alunos, professores e técnicos da NLT, especialistas em soluções para IoT

A área de Internet das Coisas (IoT) no Brasil ganha, a partir de agora, um novo impulso com uma série de pesquisas e ações de inovação desenvolvidas em conjunto pela NLT e a Universidade Federal da Paraíba – UFPB. O objetivo principal é investigar a evolução de tecnologias para aplicações de IoT e a sua integração com serviços web.

Realizadas no Centro de Informática, as pesquisas contam com a participação de alunos, professores e técnicos da NLT, especialistas em soluções para IoT. “O potencial de inovação desta iniciativa conjunta é bastante relevante para a oferta de novas aplicações em IoT para os setores agrícola, industrial, de comércio, serviços e para a sociedade de um modo geral”, anuncia Alisson Brito, professor do Laboratório de Engenharia de Sistemas e Robótica (LASER) da UFPB.

Estima-se que, nos próximos dois anos, 1,1 bilhão de conexões IoT serão estabelecidas no mundo

Com a demanda crescente por soluções de conectividade cada vez mais eficazes para ferramentas de Internet das Coisas, as pesquisas serão concentradas em soluções de comunicação de qualidade a longas distâncias e baixo consumo de energia, de modo a serem facilmente empregadas nas demandas atuais e futuras do mercado, como, por exemplo, os mais diversos tipos de sensores para controle de ambientes e telemetria e em comunicação M2M.

“Como importante referência na área, a NLT tem orgulho em contribuir com a transformação digital e a evolução do mercado de IoT no Brasil, investindo em pesquisa e desenvolvimento e apoiando integradores, polos tecnológicos e instituições de referência na área, como a UFPB”, afirma André Martins, CEO da NLT.

Estima-se que, nos próximos dois anos, 1,1 bilhão de conexões IoT serão estabelecidas no mundo, exigindo que as empresas se adaptem de forma rápida para se manterem operacionais e competitivas. Em grande parte, estas conexões empregarão as chamadas tecnologias LPWAN (Low Power Wide Area Network), de baixo consumo de energia e maior alcance, como a extensa rede LoRa operada hoje pela NLT em parceria com a American Tower. Ampliar a capacidade de integração das tecnologias LPWAN a plataformas de computação de nuvem e de processamento Big Data, com máxima segurança de dados, será uma das mais importantes aplicações dos resultados destas pesquisas conjuntas.

A Universidade Federal da Paraíba é uma Instituição autárquica de regime especial de ensino, pesquisa e extensão, vinculada ao Ministério da Educação, com estrutura multi-campi. A iniciativa acontecerá no Laboratório de Engenharia de Sistemas e Robótica (LASER) da UFPB, onde se desenvolve uma iniciativa de laboratórios de co-inovação em parceria com empresas. Incluindo a NLT, já são cinco empresas com parcerias no LASER para pesquisa e inovação em parcerias inéditas, totalizando 12 professores colaboradores e 48 alunos bolsistas. São 3 anos de parceria com empresas, resultando em alta taxa de empregabilidade e sucesso das metas propostas.

A NLT Telecom é uma operadora móvel virtual (MVNO) autorizada pela ANATEL, especialista em soluções de conectividade, com destaque para a ampla rede LoRa American Tower e para toda a infraestrutura de rede GSM Vivo, em todo o território nacional. As soluções de conectividade NLT podem ser combinadas entre si de forma a atender as mais diversas aplicações, sendo ideais para comunicação entre máquinas (M2M) e Internet das Coisas (IoT), em áreas como saúde, indústria 4.0, rastreamento de veículos e ativos, agronegócio, monitoramento e segurança, meios de pagamento e cidades inteligentes.