EXCLUSIVO: José Roberto retorna para a Adistec

Executivo assume missão de coordenar negócios no Brasil e alianças estratégicas na América Latina

 

Foram pouco mais de 5 meses fora, mas a Adistec que José Roberto Rodrigues deixou está com um quadro mais robusto e estratégia reformulada. E, neste contexto, o executivo retorna ao quadro de colaboradores não só para tocar a operação local, mas também as alianças estratégicas na América Latina.

Em meados de março de 2021, José Roberto assumiu a vice-presidência comercial da distribuidora Agora. Com a sua saída, a Adistec Brasil anunciou a reestruturação de sua área comercial para aprimorar o atendimento entre fabricantes e seus canais. Nomeou então dois executivos para tocar as Unidades de Negócios de infraestrutura para Data Centers e de Segurança da Informação.

Para potencializar as oportunidades para as suas revendas parceiras, a Adistec terá uma Unidade de Negócios focada em Serviços

Com isso, prevê conseguir chegar a um crescimento de 20% do faturamento dos 25% projetados no final do ano passado para 2021. Em 2020, na comparação com 2019, a distribuidora conseguiu crescer 10%.

A reestruturação foi bem-sucedida na opinião do presidente da Adistec Fabian Sperman. Segundo ele, a área de segurança foi a que mais se destacou neste ano. “Além do aumento expressivo de ciberataques, um dos motivos para esse aumento foi o portfólio que a Adistec vem trabalhando e a demanda vinda de segmentos como finanças, telecom, ISPs e governo”, explica.

No caso da área de Data Center, Sperman revela que o crescimento neste caso foi impulsionado pela combinação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) com a aceleração da transformação digital.

Nova unidade

Para potencializar as oportunidades para as suas revendas parceiras, Sperman revela que a Adistec terá uma Unidade de Negócios focada em Serviços. “A ideia é ajudar os nossos parceiros a gerar ainda mais valor aos projetos de seus clientes. Dificilmente um único canal está habilitado a oferecer todos os serviços. Então, damos a possibilidade de ele entregar serviço como se fosse dele mesmo, com o uso da força da Adistec”, explica ele, pontuando que são serviços de configuração, instalação de projetos, sempre por meio de parceiros.

Com isso, para 2022, o presidente da Adistec planeja crescer mais 20% na operação local. Além disso, prevê que ainda terá nas áreas de segurança e proteção de dados muitas oportunidades aos parceiros.