Carreira Geral

DOT digital group lança plataforma de educação corporativa no modelo Netflix

Dinâmica de recomendações e playlists aumenta o engajamento e estimula a aprendizagem contínua

Uma plataforma online que reúne uma série de conteúdos educacionais e onde a aprendizagem se dá na mesma dinâmica com que hoje consumimos música, filmes e séries: por meio de recomendações e playlists que o próprio usuário pode fazer e montar. Esse é o Courselog, uma ferramenta revolucionária de educação corporativa, que chega ao mercado este mês. Desenvolvida pelo DOT digital group – empresa especializada em educação digital com 23 anos de atuação -, ela foi lançada durante o Congresso Brasileiro de Treinamento e Desenvolvimento (CBTD 2019), que ocorreu em São Paulo.

A plataforma é baseada no conceito de LXP, sigla para Learning Experience Platform, uma tendência entre grandes corporações que apostam no protagonismo do colaborador como forma de aumentar o engajamento e os resultados dos investimentos em educação corporativa. Esse protagonismo e a liberdade de poder desenhar a própria carreira, em sintonia com a estratégia da empresa, estimulam à aprendizagem e à atualização contínua – duas condições fundamentais para as empresas aumentarem a competitividade no mercado.

A partir do comportamento de uso, das buscas do colaborador por determinados temas, ele passa a receber sugestões de cursos

“A LXP agrega novas funcionalidades ao velho e bom LMS, um sistema de educação online consolidado no mundo inteiro. É um convite ao colaborador se adaptar à sua forma de aprender, aproveitando as suas experiências e o mundo de conhecimento compartilhado na web”, ressalta Luiz Alberto Ferla, CEO e fundador do DOT digital group.
Toda a interface e dinâmica do Courselog foram inspiradas em plataformas de streaming de lazer que já fazem parte do dia a dia do colaborador. “Isso torna o uso familiar e intuitivo, aumentando o engajamento”, explica Rodrigo Zerlotti, CTIO do DOT. Além de responsivo, pode ser acessado do celular e de outros dispositivos móveis.

No Courselog, os cursos são organizados em playlists que o próprio colaborador pode montar. Ou ainda com recomendações de colegas e da empresa. Também há toda uma inteligência de recomendações. A partir do comportamento de uso, das buscas do colaborador por determinados temas, ele passa a receber sugestões de cursos. Os conteúdos reunidos na plataforma podem ser do cardápio oferecido pela própria organização ou podem vir de fora, do mercado, desde que façam sentido para o desenvolvimento daquelas pessoas.

“A plataforma ajuda a empresa a melhorar o gerenciamento do seu capital intelectual, entender quais skills estão sendo adquiridos, como isto está acontecendo e quem são os funcionários mais proativos”, afirma Ferla.
Para quem contrata, há dois grandes diferenciais. O primeiro é a personalização. Desenvolvido dentro do modelo White Label, o Courselog permite ao contratante atrelar o valor de uma tecnologia eficaz e consolidada no mercado ao seu nome, ou seja, como sendo um produto seu. Na TIVIT, empresa líder em serviços integrados de tecnologia na América Latina, onde ele já está em operação, foi batizado de Mobiflix.

“A TIVIT está num processo de transformação digital e a plataforma de experiência de aprendizagem entra nesse contexto de empoderamento das pessoas e de engajamento de cultura. O Mobiflix propicia isso para nós”, diz Kelly Rickes, General Manager of Design and Culture for Latam|TIVIT.

O segundo é a entrega da solução de ponta a ponta. Ou seja, tudo, da identificação do público-alvo, passando pela seleção dos cursos que estarão disponíveis, até o desenvolvimento da ferramenta, fica concentrado em um só fornecedor, o DOT.