Ameaças virtuais crescem na mesma proporção em que a tecnologia avança

 

Há alguns anos a segurança cibernética é um tema de extrema importância e de interesse global, ainda mais com a rápida digitalização de empresas e órgãos governamentais, o que engloba os dados de milhões de usuários. Porém, as ameaças virtuais crescem na mesma proporção em que a tecnologia avança, mais sofisticadas e desafiando paradigmas tradicionais de segurança.

Neste cenário, os laboratórios de segurança da NSFOCUS, especializada em soluções contra ataques hackers, levantou as 10 tendências para o setor, juntamente com os seus desafios. Confira!

Ameaças generativas

A tecnologia já está sendo usada para criar novos vetores de ataques, com destaque para ofensivas multimodais como tendência emergente.

Revolução nas operações de segurança

Os modelos de linguagem ampla (LLMs) devem atuar como um copiloto de segurança, com recursos analíticos, de raciocínio e geração de relatórios.

Gerenciamento contínuo de exposição a ameaças

Ao invés da ampla detecção de todos os riscos, o gerenciamento será preciso e dinâmico sobre a exposição a ameaças.

Inteligência de ameaças legível para humanos

A procura por esse tipo de inteligência, assim como plataformas e aplicações aumentará rapidamente.

Ataques de Ransomware

O Ransomware continua sendo a forma mais prejudicial para organizações em todo o mundo.

Ataques DDoS

A guerra cibernética acelerou a evolução dos ataques DDoS, que começa a se transformar em ofensivas inteligentes baseadas em estratégia.

Segurança na nuvem

A segurança da nuvem será cada vez mais prática e aplicada desde a segurança da infraestrutura até APIs e microsserviços.

Privacidade e computação confidencial

A computação confidencial deve continuar abrindo caminhos de desenvolvimento devido à formulação e ao aprimoramento contínuo de leis e regulamentos.

Veículos Conectados Inteligentes

O foco se mantém na criação de um sistema de segurança que integre veículo-estrada-nuvem e que tenha capacidade abrangente de governança de segurança.

Veículos aéreos não tripulados

Com a adoção generalizada de Veículos Aéreos Não Tripulados fica evidente a importância crítica da segurança para o maior desenvolvimento do setor.